DestaqueNotíciasSaúde

Consumo abusivo de bebida alcoólica sobe para 15% em Rondônia; tabagismo diminui

Levantamento foi realizado pelo IBGE sobre estilo de vida. Dados comparam números de 2019 com os de 2013.

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o consumo excessivo de bebida alcoólica entre os adultos (15%) aumentou em 2019 em Rondônia na comparação com 2013 (11,1%). No mesmo período, o levantamento identificou que houve queda na proporção de fumantes diários, saindo de 9,9% para 9,4%.

Os dados são resultados da comparação dos números apresentados no Primeiro Volume da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019 com a PNS de 2013. No levantamento, o IBGE considerou como consumo abusivo a ingestão de cinco ou mais doses de bebida em uma mesma ocasião.

Conforme a pesquisa, tanto homens quanto mulheres aumentaram seus índices de consumo excessivo de álcool em Rondônia. Em 2013, 17,7% dos homens consumiram bebida alcoólica de forma abusiva, o que subiu para 23,7% em 2019. Já as mulheres tinham a proporção de 4,9% e passaram para 6,7% no ano passado.

Só em Porto Velho, 17,4% da população com 18 anos ou mais bebe de maneira abusiva, entre eles 26,4% são homens e 9,3% mulheres.

Por outro lado, a taxa de motoristas rondonienses que ingeriram álcool antes de dirigir diminuiu, saindo de 26,4% em 2013 para 18,1% em 2019. Os homens também são maioria neste quesito. Sendo 22,8% de homens que declararam já ter dirigido alcoolizado contra 5,9% de mulheres.

Tabagismo

 

O IBGE também investigou outros hábitos brasileiros como o tabagismo. Em Rondônia, 9,4% da população adulta fuma diariamente, proporção menor se comparada a de 2013 (9,9%). Em Porto Velho esse número aumentou. Eram 25 mil fumantes diários em 2013, passando para 36 mil em 2019, sendo os homens a maioria (24 mil).

A pesquisa ainda apontou o número de fumantes passivos (aqueles que ingerem as substâncias do cigarro pela proximidade com usuários). São 88 mil pessoas expostas ao fumo em casa e 48 mil em local fechado de trabalho.

O número de pessoas que tentaram parar de fumar em Rondônia também teve aumento representativo. Antes, 69 mil fumantes declararam ter tentado parar de fumar, e em 2019 foram 72 mil, sendo que 10 mil utilizaram aconselhamento de profissional de saúde.

Fonte
G1RO