NotíciasPolícia

Ex-presidente do Sintero é socorrida por casal após ser sequestrada na capital

Porto Velho – A professora Claudir Mata Magalhães de Sales, ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (Sintero), foi sequestrada na manhã desta segunda-feira (17).

Tudo ocorreu enquanto ela se dirigia à escola onde trabalha. Após ser dominada pelos criminosos, teve o carro e o aparelho celular roubados.

Em seguida, os sequestradores largaram Claudir Magalhães amarrada dentro de uma mata próximo ao lixão da Vila Princesa.

A professora conseguiu acessar a estrada mais próxima e, por sorte, foi socorrida por um casal que passava pela região.

Ela já está em casa. Por ora, não há maiores informações sobre os criminosos.

No grupo do sindicato no WhatsApp o relato é descritivo:

“A companheira Claudir foi abordada chegando na escola onde trabalha na Zona Leste. Dois bandidos com arma em punho já entraram no carro; um tomou a direção, e o outro foi no banco de trás com ela.

Baixaram a cabeça dela e ficaram rodando por vários minutos até chegarem na estrada da Rema, na Vila Princesa, onde já se encontravam mais dois bandidos esperando em outro veículo.

[Eles] trocaram os carros; dois levaram o carro dela, e os que ficaram levaram-na para um ramal distante, uns 100 metros da estrada e a amarraram em uma árvore, vedaram seus olhos por maiss de três horas.

Só depois foram embora e deixaram ela amarrada.

Ela conseguiu se soltar da árvore, mesmo com as mãos amarradas, chegou até a beira da estrada onde foi socorrida por um casal”.

 

Fonte
Rondônia Dinâmica

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios