Polícia

Em 2018, 70 veículos furtados ou roubados são recuperados pela polícia em Guajará-Mirim, RO

Traficantes usam Guajará-Mirim como rota de escoamento dos veículos devido a proximidade com a Bolívia. Ao todo, 41 motocicletas e 29 automóveis foram recuperados.

Em 2018 cerca de 70 veículos furtados ou roubados foram recuperados na região de fronteira com a Bolívia. Grande parte dos veículos foram recuperados durante operações e ações de rotina da Polícia Civil em Guajará-Mirim (RO), cidade distante a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho.

Guajará-Mirim faz fronteira com Guayaramerín, cidade boliviana que é banhada pelo rio Mamoré. Por conta da proximidade entre as duas cidades, o município rondoniense acaba se tornando uma das principais rotas de escoamento de veículos roubados ao país vizinho.

O transporte desses veículos, na região de Nova Mamoré (RO), também é feita através do rio Madeira. Com as cheias dos rios, os traficantes têm mais facilidade para levar carros e motos à Bolívia, o que dificulta o trabalho da polícia na recuperação dos veículos.

Segundo a Polícia Civil, Guajará-Mirim possui vários portos clandestinos somente na zona urbana, e durante o período de cheia grande parte dos veículos são recuperados, já que as ações da polícia são intensificadas para coibir a travessia ilegal de veículos.

Ao todo, 41 motocicletas e 29 carros foram recuperados somente no ano de 2018 na região de fronteira.

Veículos que foram recuperados em 2018

Motocicletas Carros
Furtados 20 5
Roubados 21 24

Os automóveis recuperados ficam sob guarda da Polícia Civil até que o caso seja solucionado. Entre os veículos recuperados a maioria são caminhonetes.

“A finalidade da polícia é sempre elucidar os fatos criminosos. Quando fazemos essas diligências na região de fronteira, abordando esses veículos roubados ou furtados, a gente consegue identificar as quadrilhas que estão praticando roubos em Rondônia e até mesmo em outros estados como Acre, São Paulo e outros”, disse Milton Santana, Delegado Regional da Polícia Civil de Guajará-Mirim.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios