ConcursosDestaque

VÍDEO: Aprovados no concurso da ALE/RO fazem pressão e criticam nomeações de comissionados

Eles resolveram se unir e ir até o prédio no horário que ocorrem as sessões para tentar falar com o presidente.

PORTO VELHO, RO – Os aprovados no concurso público da Assembleia Legislativa de Rondônia estão indignados com o atraso das convocações e com as diversas nomeações somente de cargos comissionados, e por este motivo resolveram tomar uma atitude. Na tarde de ontem (19), cerca de 40 aprovados no processo seletivo estiveram reunidos no prédio da instituição na busca de respostas com foco na tentativa de uma conversa com o atual presidente da Casa de Leis, o deputado Laerte Gomes (PSDB).

Segundo informações dos candidatos, o deputado anda se esquivando para agendar uma reunião.

E ainda de acordo com os protestantes, até o momento no Diário Oficial há 1091 convocados para ocuparem cargos comissionados e nenhuma convocação para aqueles que realizaram a prova de acordo com o edital.

Todo o protesto foi exibido ao vivo pelo Facebook em uma página criada especialmente com as todas informações relacionadas ao concurso, confira:

Comissão criada

Segundo a assessoria da ALE/RO, durante a sessão ordinária dessa terça-feira (19), o presidente instituiu a Comissão de Nomeação e Posse dos Candidatos aprovados em Concurso Público. Segundo informações, Laerte Gomes estaria compromissado com a convocação dos aprovados no certame.

De acordo com o texto exposto aos veículos de comunicação o Ato 003/2019, instituindo a Comissão, foi publicado na edição do Diário Oficial desta quarta-feira. Fazem parte os servidores Erica Milva Dias (presidente) Helder Risler de Oliveira, Luciano José da Silva, Maria Marilu R. de Barros Silveira e Rafael Figueiredo Martins Dias.

A Comissão ficará responsável pela apresentação de relatórios sobre demandas das unidades para lotação, viabilizar meios para perícia médica, cronograma entre outros. Confira todas as competências da Comissão:

1- Buscar meios para promover a perícia médica dos candidatos aprovados no concurso público, ficando autorizada a manter contatos com instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos, visando à celebração de convênios ou termos de cooperação técnica;
2- Convocar servidores do setor médico da Assembleia Legislativa para promover ou auxiliar a realização da perícia médica dos candidatos aprovados;
3- Realizar junto às unidades setoriais da Assembleia Legislativa, o levantamento das demandas de lotação de pessoal, de acordo com as atribuições dos cargos e vagas previstas nos editais do concurso público;
4- Estabelecer os critérios, as prioridades, e o cronograma de preenchimento das vagas, dentro do prazo de validade do Concurso Público, observada a ordem de classificação dos candidatos e a disponibilidade orçamentária e financeira da Assembleia Legislativa;
5- Elaborar em conjunto com as demais unidades setoriais, relatórios, manuais e outros documentos que se fizerem necessários aos procedimentos de nomeação e posse dos candidatos aprovados no concurso público;
6- Propor ao Presidente da Assembleia Legislativa a nomeação dos candidatos aprovados no concurso público, de acordo com os critérios e prioridades estabelecidos;
7- Decidir sobre os casos eventualmente omissos e não previstos nos editais do concurso público, quanto aos procedimentos de nomeação e posse. Art. 4º Deverá a Comissão que trata este Ato, apresentar relatório conclusivo e pormenorizado no prazo de 30 (trinta) dias, prorrogável por mais 30 (trinta) dias.