DestaqueNotíciasPolítica

Ao lado de Dória, Coronel Marcos Rocha está entre governadores suspeitos de gastarem dinheiro da pandemia na eleição de 2020

O governador do estado de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, está entre os nove governadores brasileiros investigados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por suspeitas de irregularidades em contratos firmados no combate à pandemia do COVID-19.

 

Conhecida como “Farra do COVID”, a gastança suspeita do dinheiro público destinado ao enfrentamento da pandemia está na mira das autoridades, que inclusive deflagraram operações com o apoio da Polícia Federal, inclusive em Rondônia.

Figuram ao lado de Marcos Rocha nas suspeitas da PGR, os governadores João Dória (SP), Waldez Goiás (AP), Camilo Santana (CE), Ratinho Júnior (PR), Renato Casagrande (ES), Welington Dias (PI), Fátima Bezerra (RN), Eduardo Leite (RS) e Antônio Denário (RR).

 

Ainda de acordo com a PGR, esses governadores são suspeitos de utilizarem dinheiro do COVID-19 para investirem em seus projetos políticos na eleição que escolheu os prefeitos e vereadores em 2020.

 

O editor chefe de jornalismo da Rede Record de televisão, Augusto Nunes, chegou a chamar Marcos Rocha de “canalha” por conta dessas acusações apontadas pela PGR.

 

Na capital, Marcos Rocha foi às ruas, pediu e fez campanha para o candidato Dr. Breno Mendes do Avante.

Fonte
Por JH Notícias
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios