DestaqueEconomiaNotícias

Informações de gastos da pandemia devem ser adicionadas no Portal da Transparência

Recomendação é do MPF e foi enviada às prefeituras de oito municípios de Rondônia

O Ministério Público Federal (MPF) solicita que sejam adicionadas, no Portal da Transparência de oito municípios, todas as informações exigidas pela Lei do Acesso à Informação, pela Lei 13.979/2020, e pelo Decreto 7.724/2012. A recomendação foi enviada às prefeituras de Castanheiras, São Miguel do Guaporé, Ministro Andreazza, Urupá, Nova União, Cacoal, Nova Brasilândia do Oeste e São Francisco do Guaporé.

De acordo com o MPF, todas as aquisições ou contratações realizadas com base na Lei 13.979/2020, que dispõe medidas de enfrentamento da covid-19, devem ser disponibilizadas em site oficial específico na internet.

O Decreto 7.724/2012 determina que é dever dos órgãos promover a divulgação de informações de interesse coletivo. Em seus sites deve existir seção específica para a publicação de dados sobre projetos, ações, obras, atividades, repasses ou transferências de recursos financeiros e execução orçamentária e financeira detalhada.

Segundo os procuradores da República Sergio Zago e Leonardo Paslt, “a publicidade das informações e o acesso aos documentos relacionados aos gastos públicos são essenciais à fiscalização do Poder Público, tanto pela sociedade quanto pelos órgãos estatais de controle”.

 

 

 

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios