DestaqueNotícias

Membros do MPF definem lista tríplice para substituto de Dodge

Os nomes de Mário Bonsaglia, Luiza Frischeisen e Blal Dalloul serão encaminhados para a escolha do presidente Jair Bolsonaro

Membros do MPF (Ministério Público Federal) escolheram nesta terça-feira (18) Mário Bonsaglia, Luiza Frischeisen e Blal Dalloul para formar a lista tríplice ao cargo de procurador-geral da República. O resultado foi divulgado pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

O subprocurador-geral da República Mário Bonsaglia obteve 478 votos e foi seguido pela subprocuradora-geral da República Luiza Frischeisen (423) e pelo procurador regional da República Blal Dalloul (422).

Os nomes mais votados agora serão encaminhados ao presidente Jair Bolsonaro, que indicará ao Senado quem deve assumir o posto no lugar de Raquel Dodge, que deixará o cargo no mês de setembro.

O escolhido passará por sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e, depois, por votação, no plenário da Casa. Caso seja aprovado, será nomeado por Jair Bolsonaro.

Nos últimos dias, Bolsonaro afirmou que vai “seguir a Constituição” em sua escolha e não descartou a possibilidade de manter Dodge no posto. Apesar de não ter se inscrito para concorrer na eleição da ANPR, a atual chefe do MPF já disse estar à disposição para ser reconduzida ao cargo.

Estabelecida pela primeira vez em 2001, a tradição de formação da lista tríplice foi acatada por todos os presidentes da República até então. Desde então, o candidato mais votado só não foi acolhido apenas em sua primeira edição e em 2017, quando o então presidente Michel Temer escolheu Dodge, que foi o segundo nome da lista na ocasião.