Polícia

Polícia Federal prende homem com 2 kg de cocaína no Aeroporto de Brasília

Passageiro embarcou em Rondônia. Droga estava na mochila e seria levada para São Paulo.

A Polícia (PF) Federal prendeu, em flagrante, um homem de 26 anos que chegava ao Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, com 2,092 quilos de cocaína. O passageiro embarcou em Porto Velho, capital de Rondônia.

De acordo com a PF, a droga estava na mochila e foi detectada no momento em que a bagagem passou pela máquina de raio X. O homem tinha como destino final a cidade de São José do Rio Preto, em São Paulo.

Ao revistar a mochila do suspeito, os policiais encontraram dois tabletes coloridos envolvidos por plástico, que estavam escondidos em meio a roupas. O homem foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal no DF e responderá pelo crime de tráfico de drogas.

Rota de tráfico entre a região Norte e Brasília

Skunk apreendido pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Brasília, nesta quarta-feira (13) — Foto: Polícia Federal / Divulgação

Skunk apreendido pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Brasília, nesta quarta-feira (13) — Foto: Polícia Federal / Divulgação

Uma ação conjunta entre as polícias Civil e Federal, no DF, desarticulou uma rota de tráfico de drogas que trazia skunk de Manaus, no Amazonas, para o Aeroporto de Brasília. Este ano, sete mulheres foram detidas com o entorpecente preso ao corpo quando desembarcavam na capital.

Nessa segunda-feira (1º) um homem foi detido no Entorno do DF como sendo receptador da droga. Segundo a polícia, traficantes utilizavam mulheres como “mulas” para transportar o Skunk.

No primeiro trimestre de 2019, a PF apreendeu 22 quilos de skunk no Aeroporto Internacional de Brasília. A “supermaconha” é resultado de cruzamento entre espécies distintas da planta. Com a variação genética, o skunk é obtido com a concentração maior do tetraidrocanabinol (THC).

Tráfico de cocaína

Cocaína apreendida com mulher vinda do Acre que fazia conexão no Aeroporto de Brasília — Foto: Polícia Federal/ Divulgação

Cocaína apreendida com mulher vinda do Acre que fazia conexão no Aeroporto de Brasília — Foto: Polícia Federal/ Divulgação

As apreensões de cocaína no Aeroporto JK, entre janeiro a março deste ano, já somam 12 quilos da droga. O perfil dos traficantes também é de pessoas jovens – principalmente mulheres – também vindas da região Norte do país.

No dia 28 de março, a PF prendeu, em flagrante, uma mulher de 22 anos que transportava 1,905 quilo de cocaína em uma cinta presa debaixo da roupa. A jovem havia embarcado no Acre.

De acordo com a Polícia Federal, o destino final da passageira era o Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Mas durante a conexão em Brasília, os agentes desconfiaram da atitude da mulher.

No dia 18 de março, uma mulher foi detida com 3 kg de cocaína presos ao corpo por esparadrapos. Ela havia embarcado em Rio Branco, no Acre.