DestaqueSaúde

Águas do Rio Madeira começam a invadir região central de Porto Velho

PORTO VELHO, RO – Moradores da região do Porto Cai N’Água em Porto Velho estão preocupados com o nível do Rio Madeira que já está começando a invadir a Avenida Rogério Weber e entrando pelos fundos da Feira do Produtor no centro da capital. Mas, de acordo com a Defesa Civil, está descartado o risco de enchente semelhante ao que ocorreu em 2014.

(Água já está bem próxima da Avenida Rogério Weber/Foto: Pâmela Pimenta- Rondonoticias)

Além disso, segundo o coordenador de Proteção e Defesa Civil de Porto Velho, Marcelo Santos, o município já conta com plano de contingência de trabalho.

“Foi isto que foi tratado na reunião na manhã dessa quarta (13), atualmente estamos na fase de assistência humanitária a famílias que moram em áreas de risco. Toda a administração precisa estar envolvida para respostas rápidas”, enfatiza.

“Estamos visitando e orientando às famílias, e solicitando que atendam aos pedidos da equipe para que a residência seja desocupada com antecedência, minimizando perdas e riscos à saúde, principalmente de crianças e idosos que são mais vulneráveis”, declara.

Ainda de acordo com ele, ficou definido em reunião que a Secretaria de Assistência Social, já está organizando abrigos, com o objetivo de assegurar acolhimento de imediato em condições digna e de segurança, condições de salubridade, instalações sanitárias para banho e higiene pessoal, em conformidade às normas da ABNT.

Locais Visitados

Segundo o coordenador as equipes da Defesa Civil já estiveram nos Distritos de Nazaré, no Baixo Madeira; Jaci-Paraná, Vista Alegre, Fortaleza do Abunã, Nova Califórnia e Extrema, no Alto Madeira; nas localidades de São Miguel e Ramal Maravilha l e ll, no Médio Madeira.

Na região Urbana, estiveram nos Becos do Birro, Gravatal e da Rede, Vila Candelária, nos bairros Nacional, Panair e São Sebastião, totalizando mais de 800 famílias visitadas.

Lixo

Uma das preocupações da equipe é com o excesso de lixo encontrado próximo das residências, fato que gera riscos a saúde e atrai animais peçonhentos, além de ratos que transmitem doenças.

Plantão

A Prefeitura manterá uma equipe da Defesa Civil de plantão 24 horas, inclusive nos finais de semana e feriados. Em caso de necessidade, o telefone 199 estará disponível das 8h às 18h, e o número 98473-2112, 24 horas.

O corpo de bombeiros também poderá ser acionado através do número 193.

VÍDEOS